08 abril 2015

Quando o sofrimento bater á sua porta (Frases)

"Sofrer é como experimentar as inadequações da vida. Elas estão em toda parte. São geradas pelas nossas escolhas, mas também pelos condicionamentos dos quais somos vítimas".



"Perdemos a oportunidade de saborear a vida só porque aprendemos a ciência de administrar os problemas que nos afetam. Invertemos a ordem e a importância das coisas. Sofremos demais por aquilo que é de menos". 


"A alegria ou a tristeza só poderão continuar dentro de nós á medida que nos deixarmos afetar por suas causas. É questão de escolha eu. Dura, eu sei. Difícil, recomeço. Mas ninguém nos prometeu que seria fácil". 


"...Dentro de nós haverá sempre um embate estabelecido entre problema e solução. Vencerá aquele que nós decidimos alimentar..." 


"Os limites do mundo os meus pés não ultrapassam, mas o que de mais alto existe, minha alma alcança". 



"Sofremos quando vivemos as distâncias dos que amamos. Sofremos com os afastamentos temporários, as primeiras experiências de solidão, quando por necessidades comuns á vida de todos nós temos que ser cuidados por estranhos."


"Os obstáculos não podem ser causa para sua desistência, porém devem figurar em sua vida como sinal de tudo aquilo que ainda será melhor". 


"Estar diante dos limites é como estar diante da necessidade de Deus. É como o filho, que diante do perigo grita pela presença do pai". 



"Medos nos paralisam. Respeito nos impulsiona de forma responsável"



"Cristo está para o ser humano assim como a asa está para o pássaro. É Ele que nos eleva. Ele é que nos retira da miséria de nossos limites para nos oferecer possibilidades". 

Por Bia Oliveira

Sobre o Autor :





Fábio José de Melo Silva, mais conhecido como Padre Fábio de Melo (Formiga, 3 de abril de 1971) é um sacerdote católico, artista, escritor, professor universitário e apresentador brasileiro. Pertenceu à Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus. Atua na Diocese de Taubaté, no interior do Estado de São Paulo.

via   /pt.wikipedia.org/


Um comentário:

  1. amo ler seus livros padre fabio de melo,e medito em cada palavra...

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário