26 fevereiro 2016

Frases: A Igreja da Misericórdia (Minha visão da Igreja).


A Igreja da Misericórdia
Jorge Mario Bergoglio (papa Francisco)

ISBN-13: 9788565530620
ISBN-10: 8565530620
Ano: 2014 / Páginas: 128
Idioma: português 
Editora: Paralela

Francisco é o papa mais carismático da história recente da Igreja.
Desde que assumiu o posto, o número de visitantes ao Vaticano triplicou. Eleito homem do ano pela revista Time e candidato ao prêmio Nobel, o papa Francisco já fez história ao longo do primeiro ano de seu pontificado, provocando uma verdadeira revolução na Igreja. Agora, escreve como papa pela primeira vez. Com uma bonita e esperançosa mensagem de misericórdia, o homem capaz de mudar a Igreja busca rever seu papel no mundo moderno, ressaltando a importância de servir e acolher os necessitados.
Sinopse: Skoob 

11 de fevereiro de 2013. O mundo é pego de surpresa. Quando o então Papa Bento XVI. Anuncia que renuncia ao papado. No dia 13 de março do mesmo ano. O mundo conhece o novo Papa, Jorge Mario Bergoglio. Nascido em Buenos Aires. Sendo o primeiro papa Latino-Americano. Escolheu o nome de "FRANCISCO" Desde sua primeira aparição pública como papa, ele surpreendeu e continua surpreendendo. Por sua simplicidade, e sua forma simples e direto  de falar. Suas ações e seu jeito de se comunicar. Encanta a todos.

Com toda a popularidade, do papa existem muitos livros sobre ele. Mas até  então não tinha um livro, escrito por ele. A Igreja da Misericórdia (Minha visão da Igreja). É   um resumo muito bem elaborado, de muitos momentos, em que o papa falou, mediante a diversos, momentos da Igreja. Um deles foi na Jornada Mundial da Juventude no Brasil.  Dividido em alguns temas. Podemos conhecer, um pouco, sobre a visão do Papa Francisco, sobre a Igreja, E beber da forte de sabedoria e humildade do papa que está surpreendo o mundo. E nós recordando sobre o valioso e misericordioso, amor de Deus por nós.



"A misericórdia de Deus: Como é bela essa realidade da fé para a nossa vida! Como é grande e profundo o amor de Deus por nós! É um amor que não falha, que sempre segura nossa não nos sustenta, levanta e guia".




"Irmãos e  irmãs, não percamos jamais a confiança na paciente misericórdia de Deus".



"Deus é paciente conosco, porque nós ama; e quem ama compreende, espera, dá confiança, não abandona, não derruba as pontes, sabe perdoar. Recordemos na nossa vida de cristãos: Deus sempre espera por nós, mesmo quando nos afastamos! Ele nunca está longe e, se voltarmos para Ele, está pronto para nos abraçar".



"...a paciência de Deus deve encontrar em nós a coragem de regressar a Ele, qualquer que seja o erro, qualquer que seja o pecado em nossa vida".





"Ouvimos tantas propostas do mundo ao nosso redor; mas deixemos conquistar pela proposta de Deus: a proposta Dele é uma carícia de amor. Para Deus não somos números; somos importantes, somos o que Ele tem de mais importante; apesar de pecadores, somos aquilo que Lhe é mais caro".





...na nossa vida temos medo das surpresas de Deus! Ele não cessa de nos surpreender! O senhor é assim".




... não nos fechemos á novidade que Deus quer trazer á nossa vida! Muitas vezes sucede que nos sentimos cansados, desiludidos, tristes, sentimos o peso dos nossos pecados, pensamos que não conseguiremos. Não nos fechemos em nós mesmos, não percamos a confiança, não nos demos jamais por vencidos: não há situação que Deus não possa mudar; não há pecado que não possa perdoar, se nos abrirmos a Ele".



"Jesus é o "Hoje " eterno de Deus".




"Se até agora estivesse longe Dele, basta que tomes um pequeno passo e Ele te acolherá de braços abertos. Se fores indiferente, aceita arriscar: não ficarás desiludido. Se te parece difícil segui-Lo, não tenha medo, te entrega a Ele, podes estar seguro de que Ele está perto de ti, está contigo e te dará a paz que procuras e a força para viver como Ele quer".




"Solidariedade" significa muito mais do que alguns atos esporádicos de generosidade; supõe a criação de uma nova mentalidade que pense em termos de comunidade, de prioridade da vida de todos sobre a apropriação dos bens por parte de alguns".




"As bisbilhotices ferem! Antes de fofocar, o cristão deve morder a sua língua:isso lhe fará bem, porque a língua inchará e não poderá falar, não conseguirá fofocar".




"Não se é cristão "as vezes", apenas em determinados momentos, em certas circunstâncias, em algumas escolhas. Não se pode ser cristão assim, somos cristãos em cada momento! Totalmente!"





"A fé nasce da escuta, e se fortalece no anúncio".



...uma palavra que está se escondendo nessa cultura, como se fosse um palavão - a solidariedade e a fraternidade são elementos  que tornam a nossa civilização verdadeiramente humana".




"Tenha sempre no coração essa certeza! Deus caminha a seu lado, nunca lhes deixa desamparados! Nunca percamos a esperança! Nunca deixamos que ela se apague nos nossos corações!"




"Deus sempre surpreende, como o vinho novo, no Evangelho que ouvimos. Deus sempre nos reserva o melhor. Mas pede que nos deixemos surpreender pelo seu amor, que acolhemos as suas surpresas. Confiemos em Deus! Longe Dele, o vinho da alegria, o vinho da esperança, se escota. Se nos aproximarmos Dele, se permanecermos com Ele, aquilo que parece água fria, aquilo que é dificuldade, aquilo que é pecado, se transformara em vinho novo de amizade com Ele".



"Se estivermos verdadeiramente enamorados de Cristo e se sentirmos o quanto Ele nos ama, o nosso coração  se "incendiará" de tal alegria que contagiará quem estiver ao nosso lado".




" Na cruz, Jesus "amou-me e entregou-Se a si mesmo por mim". Cada um de nós pode dizer: amou-me e entregou-Se por mim. Cada um pode dizer esse "por mim".  



"Discuti quando quiseres.Não vos importeis se voam pratos. Mas nunca termineis o dia sem fazer as pazes! Nunca!". E se os casais aprenderem a dizer: "Ah, desculpa, eu estava cansado", ou apenas um pequeno gesto: é essa a paz; e retornai a vida no dia seguinte. Esse é um belo segredo, e evita as separações dolorosas. Como é importante caminhar unidos, sem fugir, sem saudades do passado. E enquanto caminham, falam um com o outro, se conhecem, se comunicam reciprocamente e crescem como família".






Por Bia Oliveira

07 fevereiro 2016

Resenha: O Bangalô

O Bangalô

Quanto tempo você está disposto a esperar por sua felicidade?
Sarah Jio
ISBN-13: 9788581638034
ISBN-10: 8581638031
Ano: 2015 / Páginas: 320
Idioma: português
Editora: Novo Conceito


Sinopse : Verão de 1942. Anne tem tudo o que uma garota de sua idade almeja: família e noivo bem-sucedidos.
No entanto, ela não se sente feliz com o rumo que sua vida está tomando. Recém-formada em enfermagem e vivendo em um mundo devastado pelos horrores da Segunda Guerra Mundial, Anne, juntamente com sua melhor amiga, decide se alistar para servir seu país como enfermeira em Bora Bora.
Lá ela se depara com outra realidade, uma vida simples e responsabilidades que não estava acostumada. Mas, também, conhece o verdadeiro amor nos braços de Westry, um soldado sensível e carinhoso.
O esconderijo de amor de Anne e Westry é um bangalô abandonado, e eles vivem os melhores momentos de suas vidas... Até testemunharem um assassinato brutal nos arredores do bangalô que mudará o rumo desta história.
A ilha, de alguma forma, transforma a vida das pessoas, e este livro certamente transformará você.

Fonte: Skoob



Olá leitores! Este livro reforça uma teoria particular, que tenho sobre histórias, que são contadas, usando como, fundo a trágica, e inesquecível. Segunda Guerra Mundial. Por vezes ás histórias são  trágicas, tristes que nós emocionam. e em particular são os meus preferidos. Porque através, do trágico, podem ser contadas histórias de personagens, que nós dão lindas lições de vida. E se tornam inesquecíveis, não é mesmo? Como esquecer da Liesel Meminger.    Livros como: A menina que roubava livros. O menino do pijama listrado. Toda luz que não se pode ver, entre outros... 


O Bangalô. foi um livro que me conquistou, pela capa. E me convenceu, que era bom a partir na sinopse.  Mas eu estava enganada, o livro não é  bom. É simplesmente, maravilhoso. Na história têm: amigas inseparáveis, feridos, de guerra, morte de saldados, e um assassinato. Como uma história assim pode ser maravilhosa? Você pode se  perguntar. A resposta é apenas uma: Amor. Um amor, que nasceu e sobreviveu a guerra, a . distância  e ao passar do tempo. 



Em 1943  Anne. Tem uma bela vida, uma vida muito certinha. Um noivo perfeito,  bem-sucedido.Anne se questiona, sobre o que sente pelo noivo. Os dois cresceram juntos e o casamento, desde sempre pareceu, inevitável. Ela também se questionou sobre sua carreira como enfermeira. Gostaria de ajudar as pessoas, gostaria de construir a própria vida. Já que sua vida sempre seguiu um  percurso pré-determinado.


Durante a Festa de noivado Anne, toma  uma decisão que irá mudar sua vida, totalmente. Sua amiga inseparável, Kitty conta para a amiga que  se alistou, na  Corporação de Enfermeiras do Exército Americano. Anne não suportando a ideia de ficar longe na amiga. E para tentar entender seus próprios sentimentos, sobre o noivo, e sobre o casamento. Decidiu, que também iria junto com a amiga Kitty. Anne comunicou a família, assim com também  ao noivo. (Um homem que só existe nos livros). No decorrer na história vocês entenderão o porque. Gerard. aceita a decisão de Anne  e promete que vai espera-la.   Anne e Kitty partiram juntas  com  outras moças para a Ilha de Bora, Bora. 



“Não se pode desempenhar um papel na vida, especialmente no Amor"


 Essa frase Anne ouviu de sua governanta, que  a criou. E sabe como ninguém, reconhecer, as dúvidas que se passa no coração da moça.  


Foi para  deixar de desempenhar um papel,  pelo mesmo por algum tempo, que Anne estava naquela ilha. Agora a realidade, era outra completamente, diferente.  Porém nem tudo era ruim e assustador por lá.


A paisagem paradisíaca, ajuda a relaxar. Assim como também as  amizades, que se formavam. Ajudava   a viver melhor naquele lugar.  Em um belo dia de sol, Anne, Kitty e alguns  amigos, fora para um piquenique.   Ao se distanciar dos amigos na praia Anne ver algumas pegadas pela areia  e decide segui-las. As pegadas levaram,  Anne a um lençol estendido, no chão, com um livro em cima. Anne ouve um barulho vindo do arbusto e logo veio a surpresa era Westry, a quem ela encontrará na enfermaria da noite anterior, buscando por um curativo. O rapaz estava, com a mão machucada, Anne ao presta os primeiros socorros, ao saldado, descobrir que tinha sido ele que agrediu um dos homens que estavam a importunado , na festa de boas vindas, em homenagens as enfermeiras, na noite anterior. Depois se algum tempo conversando,  diante de um lindo mar, ao lado de um até então amigo.  Anne decide voltar para a companhia dos amigos. Westry. Decide acompanha-lá. No caminho de volta, o saldado . Ver algo que prende sua atenção.Uma cabana, com teto de palha, atrás de um mato fechado.  



Ambos tiveram muita curiosidade, e foram até lá. A cabana era linda,mas devido ao abandono, em que estava.,  precisava de alguns reparos. Logo Anne e Westry se comprometeram, a cada um fazer sua parte. Para a melhoria do bangalô. Entre muitos acertos sobre aquele lugar. Um deles era manter segredo, sobre  o que tinham encontrado. O bangaló que seria apenas um refugio para os momentos de folga de ambos. Tornou-se um lindo senário, para uma inesquecível história de amor. E um camarote, para presenciarem, um crime. 

 Anne, dos dias atuais já idosa,  recebe uma carta. Uma  pesquisadora,que  pretende desvendar o mistério, por trás, do assassinato, da ilha de Bora Bora. Após muitos anos de investigação,  a pesquisadora enfim, encontra o endereço, da enfermeira,que no
dia do crime estava de folga. A pesquisadora, pede para  Anne.Colaborar com qualquer, informação por menor, que seja. Pois qualquer detalhe pode ajuda-lá a fazer justiça.


Fazer justiça a respeito deste crime sempre foi o desejo de Anne. Mas nos tempos de guerra isso se tornou impossível. Agora depois de tantos anos surge, a oportunidade, de desvendar este mistério. Anne   ler uma  carta junto com a neta. Que estava a muito, tempo guardada,  nela está, relata  toda sua história. inclusive, sobre seu grande amor. Westry. Anne e  suas lembranças, lindas e outras trágicas. É uma indispensável, testemunha, para chegar ao verdadeiro assassino. Do crime ocorrido há tantos anos.


Encorajada pela neta. Após saber tudo sobre o passado da avó.  Anne  resolve ir a Bora Bora. Acompanhada pela neta. Chegando a ilha após tantos anos, muitas lembranças, faz Anne. Querer voltar aos 20 anos  Um lugar,  onde foi um divisor de águas, tantos destinos ali foram trassados, Porém na ilha, o único assunto, a ter um desfecho , não era apenas o crime. A  Ilha ainda guardava, muitas, surpresas, para Anne. Havia ali muitos vestígios, de uma história de amor,  que apesar de tantos anos ainda não tinha chegado ao fim.


A autora deste livro, foi muito competente, quando misturou, tantos elementos, que causam varias emoções. A destreza entretanto,  ficou, por conta da dosagem perfeita, diante de cada situação, não houve excesso,sobre os detalhes  da guerra, de sofrimento, de mortos e feridos.   Tudo na quantidade perfeita onde não cansa e nem decepciona, quem esta lendo. Nem sobram e  nem  faltam detalhes.



Outro ponto positivo, é sobre  o desfecho da  história. Nenhum personagem ficou ileso todos na história  tiveram  grandes transformações. No decorrer a história, deixa muitos mistérios e  dúvidas, no ar. A sensação é de que muitas perguntas irão ficar sem respostas.


Mas de uma forma impecável, a autora liga os fatos que ficaram pendentes ao longo, do caminho de forma impecavelmente, surpreendente. E  inimaginável. " O Bangaló" se tornou um dos meus romances favoritos. E se você também gosta de romance sem sombra de dúvidas ele se tornará o seu favorito também. 


Nota: 5/5


Por Bia Oliveira





Sobre  a Autora : 



03 fevereiro 2016

CineLivros: Como Eu Era Antes de Você (Me Before You) - Trailer Legendado

Enfim o sonho começa a se tornar, realidade!!!!!!!! Só o trailer, esta maltratando e imagine o filme, completo. Pelo que vi do trailer, o filme está bem fiel ao livro. Vamos aguardar só mais um pouquinho, para se emocionar totalmente, com esse filme que já é o meu favoritoooooooooooooo. #WilleLou  #ComoEuEraAntesdeVocê


Fonte do Vídeo Youtube


Sinopse no livro:

Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário.
Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.
Resenha Com imagens dos bastidores do filmehttp://entrepaginasemuitashistorias.blogspot.com.br/…/como-… 
Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário.
Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.
Resenha Com imagens dos bastidores do filme  Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário.
Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.
Resenha Com imagens dos bastidores do filme.   http://entrepaginasemuitashistorias.blogspot.com.br/…/como-… Acesse o link
    http://entrepaginasemuitashistorias.blogspot.com.br/…/como-…